Fundos de índice: vale a pena investir em ETFs?
Imagem da variação de um ETF em gráfico de candle, com o texto: O que são ETFs? Vale a pena investir?
Vale a pena investir em ETFs?

Fundos de índice: vale a pena investir em ETFs?

Neste texto iremos te explicar tudo o que você precisa saber para entrar no mundo dos ETFs e decidir se são um bom caminho para seus investimentos. Afinal, vale a pena investir em ETFs? Boa Leitura!

Você já deve ter escutado em algum lugar que uma das melhores estratégias para otimizar investimentos é seguir com uma diversificação de títulos em sua carteira. Se esse conceito é uma novidade para você, saiba que essa prática é excelente para minimizar perdas e otimizar ganhos, mas não vamos entrar muito nesse mérito por enquanto.

Voltando ao assunto principal, e se te disséssemos que é possível diversificar a sua carteira através de um único ativo?

À essa altura do campeonato (e pelo título desse artigo) já ficou claro que estamos falando do Exchange-Traded Fund. Para os íntimos, ETF, ou fundo de índice! Como o próprio nome sugere, são fundos constituídos por uma cesta de ativos que replicam uma carteira teórica de títulos que compõem um índice. Ficou complicado?

O que são índices

Índices econômicos, falando de uma forma introdutória, são um compilado de dados que servem para mensurar os rumos micro e macroeconômicos da atividade produtiva de determinada região ou país. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo, o conhecido IPCA, é o principal indicador de inflação do Brasil. Com ele se mede o comportamento de dos preços de uma cesta de bens e serviços consumidos por um segmento de pessoas que possuem renda entre 1 e 40 salários mínimos.

Feita essa introdução, é importante ressaltar que existem muitos outros índices, cada um deles atrelado a algum segmento ou indicador.Quer outro exemplo? Apostamos que você já ouviu falar no Ibovespa. Esse é o mais tradicional dos índices acionários brasileiros, porque ele leva em consideração as Ações das principais empresas do País com ativos negociados na B3.

Carteiras teóricas

Uma carteira teórica é uma representação de uma cesta de ativos, mas sem necessariamente possuir posição neles.Servem para exemplificar as proporções de cada título em uma seleção, para que você possa replicar o desempenho de determinado índice. É muito comum que as corretoras façam suas carteiras teóricas com os ativos que considera que tenham uma boa performance durante o período (cada corretora opta pelo período que a carteira teórica irá performar).

O Ibovespa leva em consideração a variação do valor das ações das principais empresas brasileiras, e os ETFs que tenham o Ibovespa como índice de referência tentam replicar essa performance adquirindo as ações em proporções parecidas com a sua carteira teórica.

Ao investir com a MyCAP você tem acesso à nossa carteira teórica, portanto, se ainda não abriu sua conta, abra já, é grátis. Abrindo sua conta com a MyCAP você conta com esse e muitos outros benefícios.  

Índice Bovespa

Esperamos que o conceito de índices tenha fica mais claro, agora vamos aprofundar um pouco o assunto no Ibovespa, porque ele é super importante para os ETFs. Como dito anteriormente, ele leva em consideração as ações das principais empresas que negociam ativos em Bolsa, dentre elas você encontra a Petrobras, Vale, Ambev, Banco do Brasil, e muitas outras. O ponto é que existem ETFs que são relacionados a esse índice, ou seja, é possível investir na cesta de ativos do Ibovespa através desses fundos.

Para consolidar: o ETFs são fundos lastreados em índices, e, à medida que estes índices vão rotacionando sua cesta de ativos (visto que os índices estão em constante mudança), os fundos também seguem esse padrão. Ou seja, o investidor não precisa se preocupar em variar a carteira de tempos em tempos, porque isso é feito “automaticamente”.

Qual o preço de um ETF?

Assim como a Ações, os ETFs possuem precificação variada, e depende da performance dos ativos que compõem a carteira. Os Fundos lastreados pelo Ibovespa foram apenas um exemplo, mas existem muitos outros relacionados a outros índices, como por exemplo o S&P500 (índice que metrifica a performance das 500 principais empresas norte-americanas), ou o SMLL, que leva em consideração a performance das empresas Small Caps que têm ações negociadas na B3.

Como em qualquer fundo, os ETFs também possuem taxas de administração, que variam de acordo com a administradora, por isso, na hora de fazer a sua escolha, é importante se atentar a esse detalhe e ver se você está de acordo com elas. Neste ponto, porém, os ETFs possuem uma vantagem em relação aos fundos de ações que não tem cotas negociadas em bolsa, pois os ETFs costumam ter taxas de administração bem inferiores.

Por serem ativos com as características de diversificação de carteira, e lastreados pelos principais índices, são bastante procurados pelos investidores.Isso faz com que, na maioria das vezes, tenham uma boa liquidez, ou seja, são fáceis para vender ou comprar. Já deu para decidir se vale a pena investir em ETFs? Calma que tem mais!

ETFs de renda fixa

A maioria dos investidores buscam os ETFs que replicam índices de renda variável, procurando uma maior rentabilidade em conjunto com a diversificação, mas o que poucos sabem é que existem fundos que são lastreados em índices que são utilizados para margear os títulos de renda fixa, como o CDI ou IPCA, por exemplo.

Normalmente os ETFs de renda fixa também possuem uma taxa de administração mais baixa que a dos fundos de renda fixa que não são negociados em bolsa, além disso você ainda conta com a diversificação da carteira, e uma boa liquidez. São excelentes opções para uma reserva de emergência, por exemplo, ou se você busca um investimento com rendimentos regulares e maior segurança.

Negociações dos ETFs

Os ETFs são negociados na B3, e você pode investir neles através do nosso Power Broker. E você ainda aproveita que a MyCAP não cobra corretagem para negociações com ETFs. Assim como as ações, cada ETF possui um código de negociação, e é através deles que o investidor consegue adquirir cotas desses ativos.

Clique aqui e conheça os fundos de renda fixa negociados pela B3

Clique aqui e conheça os fundos de renda variável negociados pela B3

Gostou desse artigo? Vale a pena investir em ETFs? Aproveita que agora você sabe tudo sobre ETF e invista com a MyCAP, faça o seu dinheiro render de verdade! Abra já a sua conta, é grátis! E não deixe de ler os outros artigos aqui em nosso BLOG!

Compartilhar:FacebookTwitter

Deixe uma resposta

MyCAP Power Broker APP

É a ferramenta ideal para quem quer acompanhar o mercado em tempo real de qualquer lugar.

MyCAP Power Broker APP
%d blogueiros gostam disto: