Quando influencers viram traders e novos investidores chegam ao mercado
uma-influenciadora-segura-o-celular-para-fazer-operações-na-bolsa

Quando influencers viram traders e novos investidores chegam ao mercado

Estou operando na bolsa!”

Assim uma famosa digital influencer do mundo fitness afirmou em seu perfil de uma rede social. Como seria de esperar devido a sua grande legião de seguidores, o assunto repercutiu. Não sabemos se o posicionamento faz parte de alguma estratégia publicitária e não vou aqui fazer juízo de valores, mas sim me concentrar em como ações deste tipo, de grandes comunicadores, podem refletir sobre nosso mercado e nos cuidados que um novo investidor deve ter.

“Nunca na minha vida pensei que fosse fazer isso e amar (…)”


A nova habilidade, segundo a influenciadora, foi descoberta recentemente. Podemos deduzir que ocorreu em meio à pandemia e ao isolamento social imposto pelas medidas para conter o avanço da COVID-19. Isto não foi um fato isolado, uma vez que os números apresentados pela B3 mostraram quase 1 milhão de novos investidores no primeiro semestre de 2020. Podemos estar diante de uma geração de traders forjados em meio a pandemia.

É ótimo perceber que enfim o brasileiro começa a tomar as rédeas do seu futuro e cada vez mais enxerga a bolsa como um importante instrumento para buscar obter os recursos financeiros que lhe possibilitem a realização dos seus objetivos. Reconheço também a importância dos vários influenciadores e educadores financeiros que surgiram nos últimos anos. Não tenho dúvidas de que uma boa parcela deste movimento se deve ao trabalho bem-sucedido de pessoas sérias e comprometidas com a educação financeira. Mas trago aqui algumas observações que julgo essenciais para o público crescente de investidores.

“Compro e vendo todo dia (…)”

Um day trader faz exatamente isso, todos os dias e várias vezes ao dia. Mas faço uma pergunta: você tem tempo para dedicar a essa rotina?

A “profissão” day trader exige tanta dedicação quanto qualquer outro trabalho, assim como requer a obediência de procedimentos e disciplina. Para obter bons resultados, é necessário bastante estudo sobre os ativos que deseja comprar e vender, para saber o melhor momento para realizar as operações. Acompanhar as análises de profissionais dedicados exclusivamente à busca destas melhores alternativas é um caminho para investidores que não possuem tanto tempo para se dedicar à caça de oportunidades.

Aqui vale um adendo, pois na MyCAP temos profissionais dedicados aos estudos do mercado, com uma equipe de research que apoia os investidores todos os dias. Dentre os relatórios oferecidos aos clientes, está o “Oportunidades de Day Trade”, no qual constam recomendações de curtíssimo prazo, com pontos de entrada e saída das operações.

“Eu tenho esse controle emocional pra operar na bolsa (…)”

Manter o controle emocional é primordial para operar na bolsa. Além disso, um bom investidor que mira o curto prazo deve ter sempre em mente suas estratégias e objetivos. Nisto lembro o leitor da importância de se estabelecer e obedecer stops e objetivos traçados ao entrar em uma operação. Daí a importância de ferramentas como as ordens programadas que homebrokers oferecem, como é o caso aqui da MyCAP.

Estabelecer previamente seu stop te protegerá de perdas além das suportadas, assim como definir seu stop gain te ajudará a sair de operações sem o risco da ganância com o sucesso não te deixar encerrar a operação lucrativa. O stop móvel ajuda você a navegar na onda do mercado, ajustando seus pontos de saída da operação de acordo com o movimento do ativo em que está posicionado. Saiba mais sobre ordens programadas no artigo que publicamos no Blog MyCAP (Otimize suas operações com ordens programadas: ordens Stop Loss, Stop Gain, Stop Simultâneo, Stop Móvel e Start).

“(…) eu acho que nasci pra isso (…)”

Recorro aqui a uma analogia com o futebol, onde raros são os casos de jogadores que ficam milionários por sua habilidade inata. No mercado financeiro também são raros os craques de habilidade genuína. Os casos bem-sucedidos são fruto de anos de muita dedicação e experiência. Não acredito que tenhamos Warren Buffet’s espalhados aos montes por aí, assim como não temos um Messi em cada time do mundo. (Confesso que adoraria ser um Warren Buffet, assim como seria muito bom ter um Messi no meu time do coração.)

Se partirmos da premissa que não somos o “Oráculo de Omaha”, acredito fortemente que podemos construir nossas “habilidades” e nos tornar investidores capazes de rentabilizar nosso dinheiro. Isto só pode ser obtido com muito esforço, estudo e disciplina. Quase como um Cristiano Ronaldo, que conquistou quase tudo quanto o Messi, mesmo sendo reconhecidamente menos habilidoso, mas extremamente profissional e dedicado. Ou seja, para seu sucesso na bolsa, julgo que é mais importante você compreender a parte tática e respeitar as regras do que ter habilidades inatas.

Por fim, gostaria de trazer alguns ensinamentos que obtive em um dos primeiros livros que li quando iniciei no mercado financeiro e que carrego até hoje. Creio que são bastante pertinentes aos investidores, principalmente aqueles mais arrojados e que objetivam ganhos de curto prazo. O livro chama-se “Axiomas de Zurique” e destaco abaixo alguns destes axiomas:

• Realize seus lucros sempre cedo demais.

• Entre no negócio sabendo quanto quer ganhar; quando chegar lá, caia fora.

• Quando o barco começar a afundar, não reze. Abandone-o.

• Aceite as pequenas perdas com um sorriso, como os fatos da vida. Conte incorrer em várias, enquanto espera um grande ganho.

• Numa operação que não deu certo, não se deixe apanhar por sentimentos como lealdade ou saudades.

• Jamais hesite em sair de um negócio se algo mais atraente aparecer à sua frente.

• Se não deu certo da primeira vez, esqueça.

• Jamais tente salvar um mau investimento fazendo “preço médio”.

Autor: Alexsandro Nishimura – Analista de investimentos CNPI-P e Head de Conteúdo MyCAP

Compartilhar:FacebookTwitter

Deixe uma resposta

Invalid OAuth access token.
%d blogueiros gostam disto: